Ajudar mas receber muito em troca

Quem me segue no instagram terá reparado que passei uma temporada em Moçambique. Foram 10 dias intensivos na 21ª missão humanitária da Health4Moz. Já tenho falado aqui na Health4Moz, mas é sempre bom recordar que esta Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) coopera no ensino pré- e pós-graduado de profissionais de saúde em Moçambique,Continue a ler “Ajudar mas receber muito em troca”

6 Verdades pouco conhecidas sobre o molusco contagioso

O MM apareceu-nos com molusco contagioso. Anda na piscina, que é o local mais habitual onde as crianças contraem esta doença. Ao longo de 1-2 semanas foram aparecendo as pápulas características: umas bolhinhas muito pequenas, rosadas e com um centro líquido transparente. Primeiro no dorso, depois nas pernas e nos bracinhos, porque a comichão eContinue a ler “6 Verdades pouco conhecidas sobre o molusco contagioso”

Porque é que os recém-nascidos vão à urgência?

Este é o título dum artigo científico publicado por um grupo de pediatras do serviço de Pediatria de Guimarães na revista Pediatric Emergency Care. Bastaria o facto de colegas portugueses publicarem numa revista internacional com o renome da PEC para sugerir a sua visita. Mas a leitura atenta dos seus resultados, merece um texto maiorContinue a ler “Porque é que os recém-nascidos vão à urgência?”

Porque não deve bater, insultar, nem humilhar o seu filho

A Academia Americana de Pediatria (AAP) emitiu um importante parecer sobre disciplina educativa (Effective Discipline to Raise Healthy Children), mas que é na verdade um condenação fundamentada da punição corporal e do assédio verbal das crianças. Infelizmente, a ideia de que uma-bem-dada-na-altura-certa-só-lhes-faz-bem ainda está muito enraizada na nossa cultura (mesmo entre a comunidade médica). LongeContinue a ler “Porque não deve bater, insultar, nem humilhar o seu filho”

Remoção do apêndice associado a menor risco de desenvolver Parkinson

Esta é a minha tradução literal dum título bombástico que apareceu na Medscape, há 2 meses: Appendix Removal Linked to Lower Future Parkinson’s Risk. Dois estudos publicados em simultâneo estão a agitar a comunidade médica (ou parte dela), porque apontam o apêndice ileocecal como uma das causas da Doença de Parkinson. Um dos estudos, queContinue a ler “Remoção do apêndice associado a menor risco de desenvolver Parkinson”

Fimose e hérnia em dois textos no ‘Pediatra para todos’

O blogue está a passar por um período letárgico. Culpa da parte profissional da vida deste que vos escreve, felizmente. Felizmente, porque, quando se faz o que se gosta, trabalhar é bom. Juntar-lhe mais conhecimento e mais inovação ainda é melhor. De facto, no último mês tenho estado mais ocupado com a actividade clínica àContinue a ler “Fimose e hérnia em dois textos no ‘Pediatra para todos’”

Cirurgia minimamente invasiva para o quisto sacrococcígeo

O quisto sacroccígeo tornou-se uma doença comum na consulta de cirurgia pediátrica desde que passámos a tratar os adolescentes até aos 18 anos. Trata-se de um quisto na região do cóccix que pode apresentar-se com uma fístula por onde sai algum pêlo e pús. Por isso, é comum falar-se em fístula pilonidal, sinus pilonidal ouContinue a ler “Cirurgia minimamente invasiva para o quisto sacrococcígeo”

Ainda faz sentido ter um blogue?

Tenho adiado a publicação deste texto e já o reformulei inúmeras vezes. É um texto algo longo, algo lamechas e que chega a passar pelo queixume. Mas, pior de tudo, reflecte sobre a minha relação com as redes sociais, que é um assunto sobre o qual ainda não tenho certezas. Se vos maçar, passem àContinue a ler “Ainda faz sentido ter um blogue?”

Não basta saber

Se seguem o meu instagram, poderão ter percebido que estive na Roménia, no início deste mês. Tive a honra de ser convidado pela Associação Europeia de Cirurgiões Pediátricos (EUPSA) para ser formador num curso de laparoscopia em Timisoara. Esta foi a segunda vez que fui como formador convidado à Roménia. O curso correu lindamente. ParaContinue a ler “Não basta saber”

Uma das formas mais fáceis de poupar na conta da energia evita queimaduras

Nos últimos meses, atendi 3 episódios de queimaduras graves em crianças que aconteceram de forma muito parecida. Em todos eles, havia uma torneira de água a escaldar que a criança abriu inadvertidamente. Um que mais me impressionou foi o de dois irmãos que brincavam no banho e um deles queimou o pescoço e o troncoContinue a ler “Uma das formas mais fáceis de poupar na conta da energia evita queimaduras”